quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Depressão de Elias - Parte III


(Transcrito)


“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. 1 Co 2.9



Deus tratou a depressão de Elias revelando-lhe que o melhor da sua vida estava pela frente (1 Rs 19.15-18). O profeta pensou que o seu ministério havia chegado ao fim. Mas, ele ainda haveria de ungir um profeta em seu lugar, um rei na Síria e, outro para ocupar o lugar do rei Acabe. A depressão nos leva a ter a visão do retrovisor. Uma pessoa deprimida é saudosista. Só consegue ver coisas boas no passado. Ao olhar para o futuro só enxerga tragédia. Precisamos alimentar nossa alma com o tônico da esperança. Não caminhamos para noites geladas, mas para amanhecer cheio de luz. Não caminhamos para um túmulo escuro, mas para a ressurreição. Nosso destino não é a escuridão do desconhecido, mas a glória do céu.

Elias pensou que a vida não fazia mais sentido e, por isso, queria morrer. Mas Deus o levou para o céu sem que passasse pela morte (2 Rs 2.11). Deus o arrebatou ao céu num redemoinho e Elias deixou os trapos da depressão para vestir-se com as roupagens alvas da felicidade eterna.


PENSE:

"Na força do Senhor é possível transformar desertos em mananciais" (Sl 84.6).




Nenhum comentário: